EnglishPortugueseSpanish

Ater Estratégica

Cresol realiza Dia de Campo em propriedade da região Sudoeste do Paraná

A área de Ações Estratégicas, por meio do setor de ATER da Central Cresol Baser, realizou um Dia de Campo na propriedade do agricultor Adriano Nunes de Oliveira, em Coronel Vivida, sudoeste do Paraná.

O evento que reuniu agricultores de Coronel Vivida, Dois Vizinhos e Francisco Beltrão iniciou durante a manhã com uma apresentação sobre o projeto de assistência técnica e extensão rural da Cresol (ATER Estratégica) que é coordenado pelo engenheiro agrônomo da Cresol Baser, Ari de David, com apoio do engenheiro florestal e mestre em agronomia, Nilson Balin.

De acordo com o Diretor de Formação da Cresol Base Sudoeste, Neori Antônio Bazzi, o projeto busca orientar agricultores familiares sobre os manejos adequados de acordo com o tipo de atividade que os produtores desenvolvem na sua propriedade. Neste dia, foi proporcionado uma palestra sobre os manejos da soja, desenvolvido pelo engenheiro agrônomo Lucas Cieslik, consultor do Grupo Turin. Na palestra, o profissional abordou sobre os tratamentos, produtos, adubação, estágios de aplicação, resistência e princípios ativos.

“A preocupação da central é fortalecer a área técnica para que essas informações e orientações cheguem lá na ponta e façam com que os agricultores tenham melhor manejo nas diferentes culturas e,com isso, fortaleçam a permanência dos filhos no campo”, explicou Neori.

Para o agricultor Adriano Nunes de Oliveira, que possui uma propriedadebem diversificada, onde trabalha com grãos, bovinocultura de leite, bezerros de corte e criação de cabritos e ovelhas, o acompanhamento da propriedade por meio do projeto tem colaborado para a organização das atividades desenvolvidas na chácara. “Esse acompanhamento tem me ajudado muito, pois você começa a ter noção de como desenvolver as atividades, além de acompanhar os gastos. Eu tenho anotado todas as despesas e, no final do mês, observo quais foram os investimentos e os lucros. Estou muito feliz, pois começamos devagar essa caminhada de organização e planejamento, e ver como está hoje nos deixa muito satisfeitos”, destacou o produtor.

Segundo o coordenador do projeto, Ari de David, o programa tem hoje 31 cooperativas conveniadas e até o momento já foram aplicados aproximadamente R$ 1,2 milhão em atividades voltadas aos pequenos agricultores.

“Para este ano temos a previsão de um montante de R$ 1,6 milhão para investir no programa, pois queremos que as cooperativas percebam a importância da inserção das propriedades no projeto. Queremos padronizar um trabalho de orientação técnica para que as propriedades se tornem referência para o trabalho de outros agricultores”, enfatizou Ari.

Na parte da tarde, Nilson Balin, que é mestre em conservação e manejo do solo, palestrou e deu um treinamento para os agricultores sobre metodologias de coleta e análise de solo, interpretação e recomendação da análise, destacando as principais práticas de manejo e conservação do solo.

Antes do encerramento do Dia de Campo, os agricultores participaram de mais uma palestra com o tema Turismo Rural – sustentabilidade no uso dos recursos da propriedade, desenvolvida pelo engenheiro agrônomo Laures Cislik.

Cadastre-se para receber
nossos conteúdos

Instituto de Formação
do Cooperativismo Solidário

Rua Ernesto Sanderson, 101 – Industrial
85601-657 – Francisco Beltrão – PR

© Todos os direitos reservados – Cresol Instituto – 2020 |
Criação de sites pela Agência de Marketing Digital Orgânica Digital.